segunda-feira, 15 de agosto de 2016

05 ILUSÕES QUE O ÁLCOOL VAI TE TRAZER



1) QUE VOCÊ SEMPRE PODERÁ TOMAR MAIS UMA DOSE ("NÃO DÁ NADA...")


2) QUE DEPOIS DE UMAS DOSES, VOCÊ GUIA MELHOR SEU VEÍCULO (.."DEIXE QUE EU LEVO O CARRO POIS ESTOU BELEZA...")


3) QUE QUANDO BEM "ALTO", VOCÊ TEM UM MELHOR DESEMPENHO SEXUAL...


4) QUE A ALEGRIA ESTÁ SEMPRE SENTADA COM VOCÊ, QUANDO NA MAIORIA DAS VEZES QUEM ACABARÁ TE FAZENDO COMPANHIA É A DEPRESSÃO (álcool é depressivo).

5) QUE VOCÊ PODE BEBER NOS FINAIS DE SEMANA SOMENTE E ESTARÁ LIVRE DA DEPENDÊNCIA.  (a dependência está sempre atrelada a hábitos, costumes, euforias, tristezas  e principalmente como nos relacionamos conosco e com o resto do mundo).


Esta lista tem muito mais itens do que você possa mensurar, mas já é o bastante  para entender que ilusões desta natureza são um sinal VERMELHO para o seu bem estar e dos que te cercam.

Saúde à todos!

Antonio


domingo, 7 de agosto de 2016


VÍDEO  DE PARA CONHECIMENTO E APRIMORAMENTO DA PREVENÇÃO DO USO DE DROGAS NAS ESCOLAS.


PREVENÇÃO DO USO DE DROGAS NAS ESCOLAS



Como prevenir o abuso de drogas nas escolas?

O consumo de drogas vem se expandindo mundialmente e constitui, hoje, uma ameaça à estabilidade das estruturas e valores econômicos, políticos, sociais e culturais das nações. O abuso de drogas entre jovens tem sido uma das questões que mais afligem a sociedade contemporânea.
Em 2004, o levantamento epidemiológico realizado pelo Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID), em estudantes de educação básica, comprova a presença de psicotrópicos nas escolas, a existência do abuso entre alunos e uma tendência de iniciação precoce, na faixa etária de 10- 12 anos mais de 12% das crianças já usaram algum tipo de droga na vida. (Galduróz et al., 2004)

A escola encontra-se diante de um novo desafio e, nesta circunstância, educar para prevenção apresenta-se como a melhor alternativa para o enfrentamento do consumo de drogas entre estudantes. Prevenção significa dispor com antecipação, impedir ou pelo menos reduzir o consumo.


O ato de prevenir o abuso de drogas admite três níveis de intervenção: primária, secundária e terciária. Na prevenção primária o objetivo é intervir antes que o consumo de drogas ocorra. Cabe à instituição escolar promover um estilo de vida saudável nos alunos, desde crianças bem novas até o jovem adulto A prevenção secundária destina-se aos estudantes que apresentam uso leve ou moderado de drogas, que não são dependentes, mas que correm este risco. A prevenção terciária dirige-se ao usuário dependente. No caso dos estudantes que já consomem drogas, a função da escola é prestar auxílio ao aluno na procura de terapia, apoiar a recuperação e reintegrá-lo na escola, no grupo de amigos, na família. Vale advertir que não compete à escola o tratamento, mas sim, encaminhar adequadamente o caso.


FONTE:1 Marília Saldanha da Fonseca (mariliasf@uol.com.br) é doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas, Campinas - SP e docente do Centro Universitário de Barra Mansa, SOBEU / RJ

Brasil. Secretaria Nacional Antidrogas (2000). Conselho Nacional Antidrogas, não paginado. Disponível em:http:// www.senad.gov.br/comad

quarta-feira, 27 de julho de 2016

PREVENÇÃO - ALGUNS PASSOS IMPORTANTES

  EM CASA

     Na pré-adolescência, os jovens despertam a curiosidade por tudo que o mundo pode lhes oferecer. Cabe à família conscientiza-los dos "perigos" que circulam lá fora.
     Então como prevenir com assertividade? 

     - Fornecer à eles toda a informação possível no que se refere ao uso abusivo das drogas
     - Observar seus comportamentos,horários,companhias e locais que frequentam.
     - Manter sempre aberta a porta ao diálogo sem restrições, livre.
     - Criar um vínculo de proteção familiar com amorosidade.
     - Evitar bebidas alcoólicas em festas de família. Exemplo:churrascadas e comemorações. 
     - Proporcionar a prática de esportes salutares ou artísticos aos filhos.

     Infelizmente não é incomum o pai molhar o palito na sua caipirinha e colocar nos lábios do nenê. O que parece ser "engraçado", pode desencadear uma dependência futura. Portanto, seria muito oportuno que os mais velhos se informassem a respeito do que pode virar um "facilitador".
      A família é de grande importância no que se refere a PREVENÇÃO.

     LIBERDADE COM RESPONSABILIDADE

      
Na sequencia, falaremos sobre o papel das Escolas para prevenir o uso abusivo e danoso das substâncias psico-ativas  pelos jovens.

Qualquer questionamento, estaremos sempre a disposição para esclarecimentos!

SAÚDE! 


terça-feira, 19 de julho de 2016

PREVENÇÃO - CORTANDO O MAL PELA RAIZ

Infelizmente o comprometimento com relação à PREVENÇÃO do uso abusivo de substâncias que causam dependência no nosso País é precária. Muito pouco se tem feito!
E a quem cabe esta empreitada? 
Em uma visão minimizada, cabe aos governos FEDERAL, ESTADUAIS, MUNICIPAIS E Á FAMÍLIA.
Nas próximas postagens pretendo ir mais amiúde sobre estas iniciativas de importante responsabilidade.

QUAL É O PAPEL DA PREVENÇÃO?

   Quando já se encontra instalada a Dependência, só há uma saída: Tratamento Especializado, Recuperação e Reinserção Social.
    Portanto a PREVENÇÃO bem dirigida e posta em prática minimiza significativamente o aumento da "população" dependente e suas comorbidades às vezes irreversíveis.
Não há como não se valer de um antigo dito popular:

"PREVENIR É MELHOR QUE REMEDIAR"

Portanto meus amigos e amigas,vamos nos comprometer verdadeiramente porque  não há discriminação Social que evite uma adicção que, com certeza, irá transtornar a muitos.

O QUE VOCÊ TEM FEITO PRA PREVENIR?

Não desanimem e vamos à RESPONSABILIDADE!

Saúde para todos!!!




segunda-feira, 11 de julho de 2016

SÍNDROME DE ABSTINÊNCIA => COCAÍNA

Chama-se síndrome de abstinência da cocaína ao conjunto de reações físicas e psíquicas que acometem o indivíduo em razão da suspensão brusca do consumo dessa droga. Essas reações também acontecem se o indivíduo de repente diminuir significativamente o seu consumo.

 A consequência disso é uma sensação de magnificência, euforia, prazer e excitação sexual. Uma vez realizado esse bloqueio os neurotransmissores não são recaptados e ficam, portanto, livres no cérebro até que a cocaína deixe de estar circulante. A presença mais prolongada da dopamina no cérebro parece ser a causa dos sentimentos de prazer associados com o uso da cocaína. O uso prolongado da cocaína faz com que o cérebro se adapte a ela. Se o indivíduo interromper o uso da cocaína, a dopamina existente não será suficiente para manter esses efeitos e ele experimentará sentimentos opostos ao prazer. Quando se pensa que ocorrem cerca de trilhões de trocas neuroquímicas por minuto pode-se imaginar a dificuldade de abstinência da droga.


Nota: Muitos dos distúrbios provenientes da abstinência, com um bom acompanhamento profissional tendem a acabar e a normalidade se instalará devolvendo ao dependente sua saúde Mental psíquica e física.

"Se você quer seguir com o uso abusivo de drogas, o problema é seu. Se pretende dar um fim neste caminho tortuoso, o problema, é nosso"
Abraços

segunda-feira, 4 de julho de 2016

SÍNDROME DE ABSTINÊNCIA DAS ANFETAMINAS

SINTOMAS DA SÍNDROME DE ABSTINÊNCIA


Na fase precoce da síndrome,o usuário manifesta a sensação de estar deprimido, ansioso, sem energia e com muita vontade de consumir a droga. As memórias relacionadas ao consumo do estimulante vêm à tona, bem como um forte impulso de buscar por ela. Nesta fase. insônia e aumento do apetite são bastante comuns. A procura por farmácias clandestinas e a confecção de falsas receitas médicas também ocorrem frequentemente para a obtenção da droga.  
       Se o usuário permanecer abstinente por 6 a 8 semanas, a sensação de falta de energia ansiedade e irritabilidade tende a atenuar.


Até a próxima e ...Saúde!